23 Guerreiros

18/12/2012

Corinthians, bicampeão do mundo!!!

Mais artigos de »
Escrito por: Pablo
Tags:,

Ontem pela manhã, São Paulo parou, assim como pararam o Brasil e o mundo, para acompanhar a final do campeonato mundial da Fifa. Todos acordaram cedo para acompanhar de perto o grande jogo que se anunciava entre Corinthians x Chelsea, de um lado a fiel torcida, com todo o otimismo que nos acompanha, do outro, o resto, os antis, as pessoas que perderam este ano trocando de camisa, torcendo para o Deportivo Tachira, Nacional, Cruz Azul, Emelec, Vasco, Santos e Boca Jrs, Al Ahly e por fim o poderoso Chelsea, sempre contra o Corinthians, coitados, perderam o seu tempo e aumentaram os índices de audiência do Coringão na TV.

A fiel como sempre, nunca desistiu de apoiar o time e em todos os jogos em casa, tivemos lotação máxima do Estádio e sempre com um show mais belo… dentro de campo nossos jogadores corresponderam, vencendo a libertadores de forma invicta e se classificando para o campeonato mundial da Fifa e isso sem nenhum ídolo, sem nenhuma estrela mas com muita união, um time de operários, assim como o time fundado em setembro de 1910.

Após vencer o Al Ahly na semi-final, chegava a hora de enfrentar o favorito Chelsea. A equipe do técnico Tite (que confesso não me caía bem) começou a partida da mesma forma com que enfrentou o Atlético-GO, respeitando o adversário, porém, sem teme-lo.

Logo aos 9 minutos, um susto, após um escanteio, uma bola mal afastada pelo zagueiro Chicão, a bola sobrou para Cahill que encheu o pé mas parou no primeiro milagre do nosso goleiro Cássio. O Corinthians marcava forte e tentava aproveitar os contra-ataques. Mas a melhor chance de gol foi do Chelsea, após lançamento nas costas do lateral Fábio Santos, Moses bateu colocado, a bola parecia fugir do nosso arqueiro, mas Cássio, se esticou e de mão trocada tocou de leve, mas o suficiente para que a bola saísse, este era o segundo milagre de nosso goleiro.

Ainda no primeiro tempo, nosso time perdeu duas oportunidades, uma em contra-ataque de Emerson, que tinha Gerrero livre na esquerda mas não tocou, perdendo a bola para David Luiz. Em outra oportunidade, novamente Sheik, pegou a bola sem angulo e bateu para o gol, enquanto Danilo e Paulinho estavam em melhores condições.

No segundo tempo, o jogo continuou equilibrado, os torcedores que tanto apostavam na goleada do Chelsea sobre o Timão caíam do cavalo e viam o Coringão começar a dominar o jogo. O Corinthians sem dar um chutão sequer, foi encurralando o Chelsea e ganhando espaço no meio campo, vez por outra, corríamos o risco de um contra-ataque azul, mas nossa zaga afastava o perigo, sem sustos.

O  jogo seguia com o Corinthians dominando até que aos 23 minutos, em jogada que começou com passe de Chicão, Paulinho toca para Jorge Henrique, que devolve de cabeça, Paulinho domina a bola, invade a área mas a bola escapa, Danilo limpa o zagueiro, e caindo bate para o gol, a bole desvia em Cahill e sobe, enquanto David Luiz, Ramirez e outro zagueiro correm em direção ao gol, Guerrero sobe sozinho e cabeceia no único lugar onde a bola poderia entrar, resvala no travessão e morre no fundo das redes! Nesse momento, não havia mais nenhum corinthiano são… todos, todos sem exceção, ficaram loucos, muito mais loucos do que já somos! O mundo começava a ficar preto e branco…

Do momento do gol até o fim, as lágrimas de alegria já não podiam ser contidas, o coração mais acelerado do que nunca, o sorriso nervoso dominava o rosto do corinthiano. Enquanto ficávamos satisfeitos com o resultado, ao mesmo tempo apreensivos com o andamento do jogo, com os impedimentos não marcados pelo bandeirinha e com a pressão que o time inglês tentava fazer.

Se os 45 minutos já não chegavam, imagine mais 4 de acréscimo? Pareciam uma eternidade, ainda mais com o Cássio tendo que fazer mais um milagre, em bola que resvalou em Alessandro e sobrou para Fernando Torres, Cássio saiu muito bem e evitou o empate. E sua única saída errada, Fernando Torres cabeceou a bola para o fundo do gol, mas graças a São Jorge, o bandeirinha que não marcava um impedimento, acertou e levantou a bandeira, ufa!

Ainda em um último lance, já aos 50 minutos, o Chelsea acertou a trave, mas já era tarde e o mundo Corinthiano!

Corinthians bicampeão do mundo, em um Yokohama Stadium que mais parecia o Pacaembú!

Abaixo, minhas notas para os jogadores:

Cássio: 10

 

Alessandro: 7

Chicão: 8

 

Paulo André: 10

Fábio Santos: 7

 

Ralf: 9

 

Paulinho: 8

 

Danilo: 8

 

Jorge Henrique: 8

 

Emerson: 8

 

Guerrero: 10

 

Tite: 9

 

Martínez: 6

 

Wallace: —

Fiel Torcida: 1000

 



Sobre o Autor

Pablo
Coordenador de Suporte, Governador da República Popular do Corinthians e Louco pelo Timão!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.